Detonados Dicas dos Jogos Games Personagens
Página Inicial

Capa

Galeria

Análises

Dicas

Detonado

 
ANÁLISE
 

SOM

                   
7

6.2

regular

Pontos Positivos
* Muitos minigames
 
Pontos Negativos
* Sons fracos * Uso exagerado da caneta Stylus, sendo usado em locais desnecessários * Jogabilidade complicada * Desenhos dos personagens ficaram feios
GRÁFICOS
                   
5
DESAFIO
                   
8
JOGABILIDADE
                   
5
GERAL
                   
6
 
Análise do Jogo
por Paulo Moreira - revisado em 06/01/10

          Para comemorar 10 anos de Crash Bandicoot no mundo dos games, a Sierra decide contratar a empresa Dimps Corporation, uma softhouse japonesa, para desenvolver um jogo para comemorar.

          Qual o melhor estilo de jogo para comemorar do que Party? Foi isso que a Dimps pensou, mas a idéia não foi bem aceita porque o público esperava um jogo de aventura "arrasa-quarteirão" de Crash Bandicoot, com tudo que os fãs gostariam de ver. O resultado dessa ideia medíocre é Crash Boom Bang!, um jogo lançado apenas para Nintendo DS, o que revoltou ainda mais os fãs de Crash Bandicoot que gostariam de vê-lo em todos os seus consoles de coração.

         O jogo foi feito para japonês gostar e não para todo o mundo gostar, já que as concepções dos personagens foram baseadas nas versões japonesas de Crash Bandicoot, totalmente diferentes das versões ocidentais de Crash Bandicoot. Os gráficos foram construídos com a tecnologia shell-shading, a mesma utilizadas em jogos como Sly Cooper, Dragon Ball Z: Budokai, mas nos formatos dos personagens não foi bem utilizada.

        Crash Boom Bang! utiliza a jogabilidade oferecida pelo Nintendo DS, que apresenta 2 telas, sendo que uma delas é sensível ao movimento de uma caneta que acompanha o portátil - a Stylus - porém a Dimps exagerou no seu uso, tornando-o inútil em vários momentos do jogo. Na maioria do jogo, você só usa a Stylus, o que acaba cansando em alguns momentos.

         O jogo apresenta 8 personagens, sendo que 4 são jogáveis no início: Crash, Coco, Pura e Pinstripe (escolha esquisita, mas está no jogo). Os secretos são Fake Crash, Crunch, Neo Cortex e Tawna (de volta nesse jogo com um novo visual). Apresenta apenas um modo de disputa: o Adventure mode, além do Festival Mode onde você joga as fases do modo Adventure sozinho ou com um amigo com uso do Wi-Fi do Nintendo DS.

        O jogo não oferece muita coisa que nós gostaríamos de ver num jogo de Crash Bandicoot, além do estilo não ser o mesmo que os fãs gostariam de jogar num game de comemoração de 10 anos como esse foi. Mancada da Sierra!

 
ANÁLISES DE VISITANTES DO SITE
 
#02 - Data: 07/07/2013 - Identificação: João Victor

SOM

8.5 "Ótimos e, algumas vezes, chatos."
GRÁFICOS 9 "Para um NDS, isso é ótimo."
DESAFIO 7 "Jogo bem fácil."
JOGABILIDADE 10 "É fácil!"
  8.6
#01 - Data: 29/07/2010 - Identificação: Lucas Junqueira Fleming

SOM

9 "Ele é bem divertido mas ainda falta mais um pouco de animação."
GRÁFICOS 6 "O gráfico é bem ruinzinho mas dá para jogar com ele."
DESAFIO 5 "É bem devagar poderia ser mais divertido."
JOGABILIDADE 5.5 "É legal mas ele só fica jogando o dado e correndo para fazer os desafios."
  6.4

Dragons & Bandicoots © 2001/2017 - Versão 15.0

Site desenvolvido e criado por Paulo Moreira (dragonsb). Os personagens mencionados neste site são marcas registradas de Activision, Inc. O site Dragons & Bandicoots não possui nenhuma ligação com a empresa mencionada.
Site hospedado por Webhost Brasil.