Menu fechado

Ficha Técnica

Spyro A Hero's Tail cover
Produtora(s):Eurocom Entertainment Software
Publicadora(s):Vivendi Universal Games
Plataforma(s):PlayStation 2, Gamecube, Xbox
Gênero(s):Aventura, Plataforma
Modo(s):1 Jogador
Acessório(s):Memory Card
Data(s) de Lançamento:02/11/2004 (EUA)
12/12/2004 (EU)
Gema - Reignited

Detonado

Gema - Reignited

Dicas e Códigos

História

Depois de derrotar Ripto em “Enter the Dragonfly”, Spyro volta ao seu mundo e vive feliz com seus amigos quando… De repente, surge em Dragon World uma nova velha ameaça: Gnasty Gnorc. Mas ele não veio sozinho… Desta vez, aparece um inimigo novo, Evil Red que, na verdade, é inimigo de todos, inclusive de Gnasty Gnorc.

Evil Red ordenou que Gnasty Gnorc e seus súditos plantassem no solo de Dragon World jóias malignas que trazem escuridão e destruição. Mas, Gnasty Gnorc acabou caindo numa armadilha de Evil Red e ficou preso numa caverna.

Enquanto isso, Spyro está no laboratório do Professor tentando descobrir uma forma de derrotar Gnasty Gnorc e Evil Red e destruir as jóias malignas.

Spyro convoca seus amigos Sparx, Hunter e Sgt. Byrd para essa missão, mas no meio do caminho ele se depara com o sobrinho de Professor, Blink. Eles têm a missão de recolher 100 Jóias Luminosas, 80 Ovos de Dragão e destruir 40 Jóias Malignas. Desta vez, como não poderia ser diferente, tem a presença mais que desagradável (para Spyro) de Moneybags que, agora, montou uma loja no mundo dos dragões e convoca Spyro para comprar suas coisinhas em troca de grana (no caso, jóias).

Análise

por Paulo DB – revisado em 20/01/10

Dois anos após o lançamento de “Enter the Dragonfly“, a Vivendi Universal contrata a empresa Eurocom (produtora de Crash Bash) para produzir um novo game para o dragãozinho Spyro para os consoles de 128 bits (PlayStation 2, Game Cube e XBox).

O jogo chamado Spyro: A Hero’s Tail é uma compilação de tudo aquilo que gostaríamos de ver num jogo do Spyro: Ação, Aventura, Mini-games legais, História envolvente e Gráficos maravilhosos.

Finalmente, a Eurocom acertou na mosca e produziu um game maravilhoso, tanto com relação aos gráficos como o som, jogabilidade e desafio… O jogo ficou perfeito!

Agora que tenho a oportunidade de jogar esse game, eu pude perceber uma diferença gritante entre este jogo e “Enter the Dragonfly”… Nossa! Spyro ficou perfeito, Hunter ficou com um visual mais detalhado, Sparx está como mostrado nas fotos dos jogos anteriores e Sgt. Byrd ficou bem feito, também! Além dos cenários bem coloridos e fiéis às versões anteriores.

Spyro participa do jogo inteiro, mas os outros personagens não deixam nada a desejar em suas fases. Sgt. Byrd agora, está nas fases Speedway, Blink é um explorador de cavernas subterrâneas (ele é uma toupeira), Sparx tem sua primeira versão totalmente 3D como seus colegas e Hunter tem seus próprios movimentos e armas próprias.

Como nem tudo são flores, o jogo tem apenas um pontinho negativo: para mover os personagens, você deve usar o Stick Analógico Esquerdo e a essência do jogo parece que não foi alterada em nenhum ponto: você conversa com os habitantes de cada mundo e ajuda a recuperar objetos como nos anteriores, ou seja, não houve inovação nesse ponto.

O jogo é recomendado para todos aqueles que têm um PS2, Game Cube ou XBox. Vale a pena conferir esse grande jogo!

Som
9
Gráficos
10
Desafio
9
Jogabilidade
9
Geral
9

Nota do Site

9.2

Ótimo

Pontos Positivos

Pontos Negativos

Análises dos Visitantes do site

9.6
(8)

#08 – Data: 09/04/2015 – Identificação: Cassio  em 10/02/2021

Som10“As músicas e os efeitos sonoros são excelentes.”
Gráficos10“Os gráficos ficaram incríveis. Os personagens bem detalhados e animados e os cenários são muito coloridos. Uma diferença enorme em comparação ao jogo anterior.”
Desafio10“Equilibrado. Algumas partes são fáceis e outras difíceis.”
Jogabilidade10“Apesar dos botões de chifrada e baforada terem sido trocados isso não atrapalhou o gameplay.”
10

#07 – Data: 05/04/2015 – Identificação: Fagner da Luz dos Santos

Som9“Esse jogo nos trouxe uma trilha sonora diferente e efeitos sonoros diferentes. Apesar de não ser tão bom quanto a dos clássicos, está muito boa.”
Gráficos9“Os gráficos estão ótimos, com cenários bonitos e detalhados. Semelhante ao jogo anterior, o mundo de Spyro não me pareceu tão mágico, mas ainda assim os cenários detalhados e fases bem feitas são bem bacanas.”
Desafio7“Desafio razoável, deixa um pouco a desejar em alguns momentos, mas ainda temos uns minigames e puzzles que necessitam de habilidade.”
Jogabilidade7“O novo estilo de jogabilidade com elementos RPG foi uma ótima ideia. Novamente temos as baforadas elementais, que nesse jogo mais atrapalham do que ajudam, não gostei dos novos controles, além da movimentação de Spyro na corrida é muito lenta. O movimento de sidestep do primeiro jogo da série poderia ter sido incorporado neste jogo, seria muito útil ao usar as baforadas secundárias. No geral, o jogo é muito bom, mas não atende todas as expectativas, ao menos para mim poderia ter se saído melhor.”
8.0

#06 – Data: 24/10/2012 – Identificação: Lucas Messa

Som10“Efeitos e trilha sonora excelentes.”
Gráficos10“Clássico e novo ao mesmo tempo. Sem dúvida, quando fala-se em bons gráficos em jogos de Spyro, vem à cabeça A Hero’s Tail.”
Desafio10“Sem problema algum, é prática e não leva muito tempo para aprender.”
Jogabilidade10“É um jogo que pode dificultar as coisas de vez em quando e ser divertido de jogar ao mesmo tempo. O desafio está na medida certa.”
10

#05 – Data: 08/08/2010 – Identificação: Pedro Henrique (TVDB)

Som10“Músicas bem diversificadas e efeitos sonoros exatos e rápidos.”
Gráficos10“Era como se eu estivesse dentro do jogo, pois ficou com gráficos perfeitos.”
Desafio10“Complicado no começo por ter uma jogabilidade mais diversificada e dinâmica, mas quando nos acostumamos isso fica fácil e divertido.”
Jogabilidade10“Eles não só conseguiram alcançar o sucesso dos movimentos antigos como foram mais além usando movimentos e baforadas de um jogo fracassado, mas usaram de um jeito sábio.”
10

#04 – Data: 04/04/2009 – Identificação: Marcos Martins dos Santos

Som10“Um fato que marca os jogos do Spyro é a qualidade do som e nesse jogo não é diferente,principalmente a musica do primeiro mundo(Dragon Kingdom).”
Gráficos10“Foi um dos melhores gráficos que eu vi nos jogos do Spyro.É de encher os olhos.”
Desafio10“Os minigames,as fases speedway,a quantidade de items a serem coletados ,além de claro a aventura com Spyro e outros personagens,torna o desafio bastante interessante.”
Jogabilidade10“Jogabilidade bastante simples.”
10

#03 – Data: 11/11/2006 – Identificação: Vinícius Albini-Saints

Som10“O som é ótimo, músicas bem variadas e combinam com o local.”
Gráficos10“Não tinha nota melhor para dar, o Spyro e os diversos personagens e locais são bem reais.”
Desafio10“Concordo em ser complicado no começo, mas depois a gente se acostuma facilmente.”
Jogabilidade10“É bem difícil o jogo, muito bom os desafios, tem partes do jogo que deixa a gente caduco, e quando você vê, era só fazer aquilo naquele outro local que você chega no outro lado, mas é difícil chegar no outro lado.”
10

#02 – Data: 17/12/2005 – Identificação: Kleverson Royther

Som10“Sons mais variáveis.”
Gráficos10“Gráficos detalhadíssimos, Spyro não parece gordo.”
Desafio10“Jogabilidade ótima pra quem acostuma ao stick, porque o direcional é para PSOne e a moda é stick no PS2.”
Jogabilidade10“Desafios bem diferentes exigem táticas avançadas, o que melhora o game.”
10

#01 – Data: 10/02/2005 – Identificação: Guilherme (guisprash)

Som10“Musiquinhas bem legais.”
Gráficos10“Perfeito.”
Desafio10“Não chega a ser tão difícil quanto Crash Bash, mas a dificuldade está elevada…”
Jogabilidade5“…os comandos de fogo e chifrada estão invertidos! Que coisa de jerico!”
8.8